Na luta de classes, eu tenho um lado!

Há muito tempo que no Brasil é travada uma Luta de Classes, seis brasileiros concentram juntos a mesma riqueza que os 100 milhões mais pobres do país, ou seja, a metade da população brasileira. Essa concentração de riquezas acaba produzindo as desigualdades sociais. Mas nos últimos 13 anos governos Lula e Dilma começamos a vê indícios de que a situação estava sendo transformada e para melhor.

A elite não aceitou que o agricultor viajasse ao seu lado no avião, a elite não aceitou  que seu filho branco estudasse ao lado de um negro, a elite não aceitou que o salario mínimo começasse a dá sinais de que  poderia deixar de ser mínimo e passasse a ser o necessário para que cada cidadão pudesse viver com dignidade, a elite não aceitou que pobres conseguissem comprar seus carros e pudessem trafegar nas estradas Brasileiras,

A elite não aceitou que os sem teto conseguissem ter onde morar, a elite não aceitou o Brasil ter saído do Mapa da fome por causa dos programas de distribuição de renda e ter sido conhecido mundialmente por este feito, a elite não aceitou que o trabalhador reconhecesse seus direitos e não admitisse mais ser escravo, a elite brasileira nunca aceitou que um homem pobre vindo do meio do povo conseguisse ocupar o cargo mais alto deste  pais.

E foi por exatamente por todos esses motivos que Lula foi condenado e preso sem nenhuma prova concreta de crimes cometidos. O discurso mentiroso da elite de combate a corrupção não convence mais, a não ser os fantoches manipulados pela a Rede Globo que vestem a camisa da CBF, pois esses não pensam, apenas seguem ordens da mídia golpista.

A luta de classes se acentuou e não há mais como ficarmos em cima do muro, alimentando uma falsa ilusão de que a Operação Lava jato significa combate a corrupção, não é. A constituição foi rasgada em 2016 e continua sendo rasgada todos os dias por aqueles que deveriam ser os guardiões da carta magna independentemente de suas preferências pessoais ou politico partidária.

Com a condenação de Lula sem nenhuma prova concreta, com a negação  do HABEAS CORPUS de Lula dada pelo o STF e pela a emissão do mandato de prisão emitida pelo o Juiz Sergio Moro antes de esgotarem os prazos legais, escancara definitivamente o golpe fascista, parlamentar, midiático e jurídico que foi concretizado no Brasil.

O que vivemos no Brasil hoje não é, e nunca foi combate a corrupção, é perseguição aos pobres, excluídos e marginalizados, por que pra essa elite gananciosa do Brasil, o povo precisa ter o mínimo, pois quanto mais fracos e sem esperanças ,mais fácil de serem manipulados e enganados.

É uma luta de classe e nessa Luta de Classe, não podemos ser hipócritas e nos acovardar, temos que ter a coragem e decidir o lado que nós vamos ficar. E não é o lado do Juiz fascistas, parcial, que quer virar celeridade e da sua lava jato, não é do lado do STF acovardado, que se vendeu ao capital e ao mercado,  e nem é o lado da Rede Globo golpista que presta um desserviço a nação Brasileira.  O lado que devemos está é o lado da Democracia, dos Direitos Humanos, da Cidadania e da Liberdade.

Claudiano Sobral
Educador Popular da RECID- CE
Assessor Regional da PJMP-CE
E-mail: claudiano5589@yahoo.com.br
Cel: (85) 9 96997-8220

AnexoTamanho
Image icon luta_de_classes63856.jpg30.6 KB